Normas de publicação PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Terça, 11 Julho 2017 11:09

1 Autoria

Cardiopulmonar segue oscritérios de autoria do "International Committee of Medical Journal Editors"(ICMJE).

Todos os indivíduos listadoscomo autores deverão ter participado significativamente no processo deconceção/realização do artigo para poder tomar responsabilidade pública sobre oconteúdo.

Autores são todos aquelesque cumpram as seguintes condições:

a) Tercontribuído substancial e diretamente no desenho e elaboração do artigo;

b) Terparticipado na análise e interpretação dos dados;

c) Terparticipado na escrita e revisão do manuscrito em todo o seu conteúdo econcordarem com a publicação final do mesmo;

d) Ser capaz dediscutir publicamente e defender o conteúdo do manuscrito.

Os autores devem assumira responsabilidade de pelo menos uma das componentes do manuscrito, ser capazde identificar os outros responsáveis e estar confiante na integridade de seuscoautores.

A autoria não se baseiana obtenção de financiamento, na disponibilização de conselhos, ou similar. Aspessoas que contribuem como tal podem ser mencionadas nos agradecimentos.

Os indivíduos quedisponibilizaram contributos retribuídos financeiramente (inclui escritores médicos,estatísticos, epidemiologistas e quaisquer outros envolvidos com a gestão eanálise de dados) podem satisfazer os critérios de autoria. Se não o fizerem,eles devem ser listados na secção de agradecimentos.

A Cardiopulmonar não iráconsiderar as submissões que são escritas por funcionários da indústria ouescritores contratados, bem como estudos patrocinados pela indústria em que osdados foram recolhidos e analisados apenas por funcionários da empresa. Taisestudos serão considerados somente se houver uma análise independente dametodologia e dados por indivíduos que façam parte de uma instituiçãoacadémica, com experiência na investigação e publicação (por exemplo, EscolasSuperiores de Saúde, Faculdade de Medicina, Institutos de Investigação ou fundaçõesde domínio público com o esse objetivo).

1.1 AutorCorrespondente

Deverá existir um autorcorrespondente, que agirá como intermediário, e que, em nome de todos oscoautores, será responsável por todos os contactos com a Cardiopulmonar,durante todo o processo de submissão e de revisão.

O autor correspondente éresponsável por garantir que todos os potenciais conflitos de interessemencionados estão corretos. O autor correspondente deve atestar, ainda, em nomede todos os coautores e a originalidade do trabalho.

2 Conflito deinteresses

A comunicação do conflitode interesses deve ser feita no momento da submissão e deve ser indicada napágina de título do manuscrito. O grupo editorial irá decidir se a presença deconflitos de interesse afeta a adequação do manuscrito para publicação.

A política de conflito deinteresses da Cardiopulmonar baseia-se na seguinte interpretação: um conflitode interesses pode existir quando um autor (ou a instituição do autor,empregador ou membro da família) tem relações financeiras ou pessoais quepossam influenciar ou criar um viés às decisões do autor, do seu trabalho, oumanuscrito. Todos os autores devem divulgar todos os potenciais conflitos deinteresse, incluindo interesses financeiros específicos, relacionamentos eafiliações. As divulgações de potenciais conflitos de interesse devem ser paraum período até 2 anos antes da submissão. Os autores devem assegurar totalmentea divulgação de todos os potenciais conflitos de interesse relacionados com oconteúdo do manuscrito. O tipo de relação (por exemplo, consultor, palestrante,colaborador) e valor monetário (não precisa ser especificado). Se não existirempotenciais conflitos financeiros ou outros de interesse, uma declaração paraeste efeito deve ser incluída na página de título do manuscrito.

Para tal, todos osautores deverão enviar um documento formal aquando da submissão (disponívelpara download em http://www.icmje.org/conflicts-of-interest/), remetendoqualquer possível conflito de interesse que poderá constituir um embaraço apósa publicação, tais como:

· Sercolaborador de uma empresa que projeta, fabrica ou vende dispositivos médicosde saúde;

· Colaborar comum conselho consultivo ou como um consultor para uma empresa da área dosdispositivos médicos;

· Tendorecebido uma bolsa de investigação ou outra ajuda financeira do mesmo tipo deempresas;

· Ter recebidohonorários para palestras, escrever ou outras atividades educacionais dedeterminada empresa da área de intervenção dos temas da revista;

· Ser titularde uma patente ou ter interesse financeiro (ações, obrigações, etc.) em produtosmédicos;

· Ter sidoapoiado com material para a investigação, incluindo subsídios, doação deequipamentos e consumíveis, e outras contribuições pagas para esse efeito.

Estes exemplos sãodestinados a ilustrar os diversos tipos de relações que podem constituirconflitos de interesse no campo científico da Cardiopulmonar, e não se destinama ser exemplos rígidos. A divulgação destas relações não afetaránecessariamente a decisão de publicação do manuscrito. Possuir tais relaçõesnão é considerado antiético. No entanto, não divulgar as mesmas é antiético. Estapolítica de conflito de interesse também se aplica aos Editores e ConselhoCientífico.

2.1 Relações coma indústria

A Cardiopulmonar requeraos autores indicar o papel do financiamento de organizações ou patrocinadoresna conceção do estudo, recolha, análise e interpretação dos dados. Os autoresdevem também divulgar o papel das organizações na elaboração, revisão eaprovação do manuscrito. A divulgação completa do papel das organizações quefinanciam deve ser incluída no início da secção da Metodologia.

3 ConsentimentoInformado e Aprovação Ética

Estudos que envolvamindivíduos necessitam do parecer de uma Comissão de ética.

Os participantes (ou seusrepresentantes legais) que possam ser identificados nas descrições escritas,fotografias e vídeos deverão assinar o consentimento informado, o qual quandoutilizado, e sob a forma de documento tipo, deverá igualmente constar emdocumento anexo.

Os autores devem informarse o trabalho foi aprovado pela Comissão de Ética da instituição de acordo coma Declaração de Helsínquia.

Em todos os casos que severifiquem experiências animais, sugerimos aos autores que sigam as linhas deorientação ARRIVE (Animal Research: Reporting of In Vivo Experiments),acessíveis em http://www.nc3rs.org.uk/arrive-guidelines aquando da preparaçãodo manuscrito.

4 Submissão doManuscrito

O envio do artigo e todosos seus componentes deverá ser efetuado para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar . É autorizada autilização de assinatura digital. Após submissão do manuscrito o autor receberáa confirmação de receção e um número para o manuscrito.

4.1 Revisão porpares

A Cardiopulmonar segue umrigoroso processo cego (single-blinded) de revisão por pares (peer-review,externos à revista). Os manuscritos recebidos serão enviados a peritos dasdiversas áreas, os quais deverão fazer os seus comentários, incluindo asugestão de aceitação, aceitação condicionada a pequenas ou grandesmodificações ou rejeição.

Na avaliação, os artigospoderão ser:

a) aceites semalterações;

b) aceites apósmodificações propostas pelos consultores científicos;

c) recusados.

Os artigos candidatos apublicação deverão ser inéditos, e não deverão ter sido objeto de outro tipo depublicação.

Todos os manuscritossubmetidos são inicialmente revistos pela equipa editorial da Cardiopulmonar,de acordo com os seguintes critérios: originalidade, atualidade, clareza deescrita, método de estudo apropriado, dados válidos, conclusões adequadas eapoiadas pelos dados, importância, com significância e contribuição científicapara o conhecimento da área.

5 Preparação do Manuscrito

O manuscrito deve serredigido em documento Word, a preto e branco, com margens de 3 cm em todos oslados do documento e numeradas com algarismos árabes no canto inferior direito.O texto deve ser redigido em letra tipo Arial, tamanho 12 e parágrafo comespaçamento 1,5 linhas, justificado. Os títulos das secções devem ser emmaiúsculas, centrados e separados do texto por 2 parágrafos. A língua utilizadana redação do manuscrito poderá ser o Português ou o Inglês. O documento deveráter as linhas numeradas.

Manuscritos enviados emformato PDF não serão aceites.

Todos os manuscritosdevem ser preparados de acordo com o "AMA Manual of Style", 10th ed. e/ou"Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals".

Os componentes domanuscrito deverão conter: Página de Título, Resumo, Texto, Referências, e seapropriado, legendas de figuras. Inicie cada uma dessas secções em uma novapágina, numeradas consecutivamente, começando com a página de título.

5.1 Página detítulo

a) Titulo – conciso e descritivo, sem abreviaturas, em português e inglês;

b) Nome eapelido de cada autor, com os títulos académicos e/ou profissionais e respetivaafiliação (departamento, instituição, cidade, país);

c) Nome, correioeletrónico e contacto telefónico do autor Correspondente.

A página de título deveráser o único local do documento onde constam os nomes dos autores.

5.2 Resumo

É obrigatório um resumoconciso e factual, em português e inglês, no máximo 250 palavras (120 se CasoClínico). Deve descrever de forma breve o objetivo do trabalho bem como osprincipais resultados e conclusões. Nenhuma informação que não conste nomanuscrito pode ser mencionada no resumo. Os resumos não podem remeter para otexto, não podendo conter citações nem referencias a figuras.

Deve seguir a seguinteestrutura:

a) ArtigosOriginais ou de Revisão: (1) Introdução e Objetivos; (2) Metodologia; (3)Resultados/Desenvolvimento (4) Conclusão.

b) Caso Clínico:(1) Introdução; (2) Descrição do caso; (3) Conclusão.

5.3 Palavras-chave(Keywords)

Máximo de 5, baseada naterminologia que consta no Medical Subject Headings (MeSH),http://www.nlm.nih.gov/mesh/MBrowser.html, devem seguir-se ao resumo

5.4 Tipologias deArtigos publicados na Cardiopulmonar

Os artigos publicadosincluem artigos de investigação original, de revisão da literatura, deapresentação de caso clínico, casos de imagem e artigos de opinião. Emparticular, no caso dos últimos, a sua submissão não é possível uma vez queserão redigidos através de convites endossados pelo Grupo Editorial.

5.4.1 Artigos deinvestigação originais

Deve apresentar aseguinte estrutura: Introdução (incluindo objetivos), Metodologia, Resultados,Discussão, Conclusões, Agradecimentos (se aplicável), Referências, Tabelas e Figuras;Limite de 4000 palavras, excluindo referências e figuras/tabelas. Deve seracompanhado de um máximo de 6 figuras/tabelas e 60 referências bibliográficas.

A Cardiopulmonar,regendo-se de acordo com as boas normas de edição biomédica do ICMJE, exigecomo condição para publicação, o registo de todos os ensaios num registopúblico de ensaios aceite pelo ICMJE (ou seja, propriedade de uma instituiçãosem fins lucrativos e publicamente acessível, por ex. clinicaltrials.gov).Todos os manuscritos reportando ensaios clínicos têm de seguir o CONSORTStatement (http://www.consort-statement.org/). Numa revisão sistemática oumeta-análise de estudos randomizados seguir as guidelines PRISMA(www.prisma-statement.org/). Numa meta-análise de estudos observacionais,seguir as guidelines MOOSE (https://www.editorialmanager.com/jognn/account/MOOSE.pdf)e apresentar um ficheiro suplementar do protocolo do estudo, se aplicável. Numestudo de precisão de diagnóstico, seguir as guidelines STARD(www.stard-statement.org) e num estudo observacional, as guidelines STROBE(www.strobe-statement.org).

5.4.2 Artigos derevisão

Destinam-se a abordar deforma aprofundada, o estado atual do conhecimento referente a temáticaspertinentes na área de Cardiopneumologia/Fisiologia Clínica. Deve apresentar aseguinte estrutura: introdução (incluindo objetivos), metodologia, discussão econclusões; Limite de 5000 palavras e 70 referências, excluindo referências etabelas, com um máximo de 5 figuras/tabelas no total.

5.4.3 Apresentaçãode caso clínico

Deve apresentar aseguinte estrutura: introdução, caso clínico e discussão.

Limite de 2000 palavras e15 referências, excluindo referências e tabelas, com um máximo de 3figuras/tabelas no total.

5.4.4 Casos deimagem

Deve apresentar um títulocom um máximo de oito palavras e um texto com limite de 150 palavras e 5referências, contendo a informação clínica relevante, incluindo um breve resumodo historial do doente, dados laboratoriais, terapêutica e condição atual. Nãoprecisa de resumo, mas deverá conter 3-6 palavras-chave. Só são aceitesfotografias originais, de alta qualidade, que não tenham sido submetidas aprévia publicação.

5.4.5 Artigo deOpinião

Devem constituir umcomentário a um artigo da Cardiopulmonar ou uma pequena nota sobre um tema/casoclínico. Limite de 400 palavras, uma figura/tabela e máximo de 5 referências. Deveseguir a seguinte estrutura geral: Identificar o artigo (torna-se a referência1); Mencionar o motivo da escrita do artigo de opinião; fornecer evidência (apartir da literatura ou a partir de uma experiência pessoal) e citarreferências. Não precisa de resumo, mas deverá conter 3-6 palavras-chave.

5.5 Agradecimentos(facultativos)

Devem vir após o texto,tendo como objetivo referir todos os indivíduos que contribuíram para ainvestigação, mas que, contudo, não são autores do mesmo. O seu contributodeverá ser especificado, por exemplo, "efetuou recolha de dados", "efetuou arevisão ortográfica do manuscrito".

5.6 Referências Bibliográficas

A listagem dasreferências deve ser apresentada em página separada do texto, por quebra depágina. Deverão ser identificadas no texto por números arábicos e descritas nofinal do artigo segundo o estilo Vancouver. Se forem citadas mais de duasreferências em sequência, apenas a primeira e a última devem ser indicadas,sendo separadas por traço 1-5. Se citação alternada, todas as referências devemser digitadas, separadas por vírgula 3,5,8.

As abreviaturas usadas nanomeação das revistas devem ser as utilizadas pelo National Library of Medicine(NLM) Title Journals Abbreviations (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/nlmcatalog/journals)

Comunicações pessoais,manuscritos em preparação e outros dados não publicados devem ser citados notexto entre parenteses e não nas referências bibliográficas (ex: A. Dias,comunicação pessoal). Os autores devem obter permissão da fonte da citação.

Nas referências com 6 oumenos Autores devem ser nomeados todos. Nas referências com 7 ou mais autoresdevem ser nomeados os 6 primeiros seguidos de "et al".

Seguem-se alguns exemplos de como devemconstar os vários tipos de referências.

5.6.1 Artigo

Apelido Iniciais do(s)Autor(es). Título do artigo. Título das revistas [abreviado]. Ano de publicação;Volume: páginas.

1. Com menos de 6 autores:

Van der Geer J, HanraadsJAJ, Lupton RA. The art of writing a scientificarticle. J Sci Commun. 2010;163:51–9.

2. Com mais de 6 autores:

Norte A, Santos C, GamboaF, Ferreira AJ, Marques A, Leite C, et al. Pneumonia Necrotizante: umacomplicação rara. Acta Med Port. 2012;25:51-5.

5.6.2 Livro

Strunk JrW, White EB. The elements of style. 4th ed. New York: Longman; 2000. - Capítulo de Livro

Mettam GR, Adams LB. How to prepare anelectronic version of your article. In: Jones BS, Smith RZ, editors.Introduction to the electronic age, New York: E-Publishing Inc; 2009, p.281–304.

-WebsiteCancer-Pain.org[homepage na Internet]. New York: Association of CancerOnline Resources, Inc.; c2000-01; [consultado 2002 Jul 9].Disponível em:http://www.cancer-pain.org/.

5.7 Imagens

Numerar todas as imagens(figuras, gráficos, tabelas, fotografias e ilustrações) pela ordem de citaçãono texto e assinaladas em numeração árabe e com identificação, figura/tabela.

As tabelas, gráficos efiguras devem ser indicadas na sua posição pretendida ao longo do manuscritocom o comentário "Inserir Tabela nº 1... aqui"., sendo remetidas em documentoanexo. Não devem duplicar informação contida no texto. Deve ser possívelanalisar as tabelas e imagens isoladamente do texto.

Incluir um título/legendapara cada imagem (uma frase breve, de preferência com não mais do que 10 a 15palavras), localizado superiormente e as figuras e gráficos devem ter legendalocalizada inferiormente.

Tabelas são lidas de cimapara baixo. Na parte inferior serão colocadas todas as notas informativas –notas de rodapé (abreviaturas, significado estatístico, etc.) As notas derodapé para conteúdo que não caiba no título ou nas células de dados devemconter estes símbolos *, †, ‡, §, ||, ¶, **, ††, ‡‡, §§, ||||, ¶¶.

As imagens devem estar emformato JPEG, PDF e TIF, com resolução de 300 dpi, submetido em ficheiroseparado, obrigatoriamente em versão eletrónica, pronto para publicação.

As legendas têm que sercolocadas no ficheiro de texto do manuscrito. Caso a figura esteja sujeita adireitos de autor, é responsabilidade dos autores do artigo adquirir essesdireitos antes do envio do ficheiro à Cardiopulmonar.

Gráficos e outras figurassão habitualmente lidos de baixo para cima.

Só são aceites imagens dedoentes quando necessárias para a compreensão do artigo. Se for usada umafigura em que o doente seja identificável deve ser obtida e remetida àCardiopulmonar a devida autorização. Em caso de dúvida, a decisão final será doEditor-Chefe.

5.8 Anexos

Qualquer documentaçãocomplementar que os autores considerarem pertinente incluir no artigo deveráser enviada como documento anexo. Tem como objetivo apoiar e melhorar ainvestigação científica descrita. A referência ao anexo terá de estar referidano texto.

Estes arquivossuplementares poderão ser: imagens de alta resolução, conjuntos de dadoscomplementares, clipes de som, etc. Os itens serão publicados on-lineexatamente como são enviados (dados complementares fornecidos como um arquivodo Excel ou como um slide do PowerPoint aparecerá como tal on-line). Envie omaterial junto com o artigo e forneça uma legenda concisa e descritiva paracada arquivo.

5.9 Unidades demedida

As medidas devem serexpressas em unidades do sistema métrico (metro, quilograma ou litro) ou seusmúltiplos decimais. Todos os valores hematológicos e de química clínica devemser apresentados em unidades do sistema métrico, nos termos do SistemaInternacional de Unidades (SI). As temperaturas devem ser dadas em grausCelsius (ºC) e a pressão arterial em milímetros de mercúrio (mmHg).

Para mais informação consultea tabela de conversão "Units of Measure" no website da AMA Manual Style.

5.10 Abreviaturas e símbolos

Devem ser utilizadasapenas abreviaturas padronizadas. A designação completa à qual se refere umaabreviatura deve preceder a primeira indicação desta no texto, a não ser que setrate de uma unidade de medida padrão. Não coloque pontos finais nasabreviaturas.

Anexo 1 - Modelo de Carta de Apresentação